segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Vestibular UEG/UAB | Inscrições abertas para seleção com 950 vagas em cursos a distância



Notícia para quem tem interesse me estudar:

Vestibular UEG/UAB | Inscrições abertas para seleção com 950 vagas em cursos a distância

24/01/2017

A Universidade Estadual de Goiás (UEG) está com inscrições abertas ao processo de seleção para 950 vagas abertas na modalidade Educação a Distância em 2017. Desse total, serão 150 vagas para Ciências Biológicas, 250 para História e 550 para Pedagogia.
As inscrições poderão ser realizadas até 9 de fevereiro, no site www.estudeconosco.ueg.br, onde também poderão ser impressos os comprovantes de cadastramento. Veja EDITAL.
As provas objetivas e de redação serão realizadas no dia 19 de fevereiro, nas seguintes cidades: Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Alto Paraíso de Goiás, Aparecida de Goiânia, Catalão, Formosa, Mineiros, Niquelândia, Posse, Santo Antônio do Descoberto, São Simão e Uruana.

SERVIÇO
UEG abre inscrições para 950 vagas em três cursos a distância
Prazo: até 9 de fevereiro
Local de inscrições: www.estudeconosco.ueg.br
Local de provas: Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Alto Paraíso de Goiás, Aparecida de Goiânia, Catalão, Formosa, Mineiros, Niquelândia, Posse, Santo Antônio do Descoberto, São Simão e Uruana
Mais informações: www.estudeconosco.ueg.br ou (062) 3328.1122

(José Carlos Araújo | CeCom|UEG)



quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

31/01/2017: Assembleia-Geral do Sindiserviços-DF - Data-Base 2017




Olá, Amigas/os!
Agenda do Sindiserviços/DF, confirmadíssima para a Assembleia-Geral da Data-Base 2017, no dia 31, às 17h, no Estacionamento do Teatro Nacional.
Bora participar?

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Data-Base 2017 - Trabalhadores terceirizados no DF rejeitam proposta patronal

Para o resultado final da Assembleia do dia 31/01/2017, clique: http://ellie-violet.blogspot.com.br/2017/02/resultado-da-assembleia-geral-do-dia.html

foto: Sindiserviços/DF

Trabalhadores terceirizados no DF rejeitam proposta patronal de reajuste salarial


Resumão

Nova Mesa de Negociação marcada para a amanhã (20/01) e Assembleia-Geral da Data-Base 2017 aprovada para a próxima terça-feira (31/01), às 17h, no estacionamento do Teatro Nacional, em função da rejeição, pelos trabalhadores, da proposta do patronal  de reajuste escalonado de 6,57% para quem ganha entre R$ 1.052,20 a R$ 2.000,00 e 5,62% para os salários entre R$ 2.000,01 a R$ 4.000,00. Acima dos R$ 4 mil, o índice percentual apresentado foi de 4,5%, e que também foi rejeitado juntamente com a pedida de aumento no tíquete alimentação de R$ 27,50 para R$ 29,00, o que atingiria um aumento de 5,45%.



Para texto na íntegra, clique: 

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Greve - terceirizados na limpeza, conservação e merenda escolar da Rede Publica de Ensino do DF



Tá foda!
- - 

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Oliveira Silva


Cerca de cinco mil trabalhadores terceirizados na limpeza, conservação e merenda escolar da Rede Publica de Ensino do DF, neste período de férias estão em greve por tempo indeterminado.


Empregados das empresas Real JG e Servegel, ainda não receberam o salário e o tíquete alimentação e que já deveria ter sido pagos no ultimo dia 06 de janeiro.


As empresas Juiz de Fora e G & E Serviços, também não pagaram o salário e o tíquete alimentação do mês e estão inadimplentes desde o ano passado com o pagamento do 13º salário.


Parte dos trabalhadores ainda não receberam as férias.

Os trabalhadores vão fazer piquete de greve na manhã desta segunda-feira (16/01), na porta das Regionais de Ensino do DF.


Assembleia Geral da Data-Base 2017


A direção do Sindiserviços-DF também destaca que todas e todos os trabalhadores terceirizados no DF estão convocados para a Assembléia Geral da Data-Base 2017, que será realizada na próxima quarta-feira (18/01), às 17 horas, no estacionamento do Teatro Nacional de Brasília, ao lado da Rodoviária do Plano Piloto.


O sindicato estará fornecendo ônibus gratuito para a Assembléia Geral da Data-Base 2017, para os trabalhadores residentes nas Cidades Satélites.


Os interessados deverão se inscrever com os dirigentes nos locais de trabalho ou entrar em contato com o Sindiserviços-DF pelo telefone (61) 3224-0447.


Sindiserviços-DF



Unidos Somos Fortes!

Terceirizados indignados com atraso de salários e o 13º, vão ampliar greve nas escolas públicas do DF



Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Oliveira Silva


A luta dos trabalhadores terceirizados no Distrito Federal (DF) por respeito profissional e pelo recebimento dos salários e tíquete alimentação em dia parece não ter fim.

Após cerca de cinco mil trabalhadores terceirizados na limpeza da maioria dos hospitais públicos do DF terem cruzado os braços em protesto à falta do pagamento do salário e do tíquete alimentação, que deveria ter sido pago no quinto dia útil (06/01), as empresas Ipanema e Dinâmica depositaram o pagamento e o beneficio dos trabalhadores que já retornaram para os seus postos de trabalho.

Porem, os prestadores de serviços na limpeza e merenda escolar, que ainda não receberam o salário, o tíquete alimentação do mês e, parte deles, que são empregados da Juiz de Fora e G & E Serviços não receberam o 13º salário, vão se unir aos empregados das empresas Real JG e Servegel, que também estão sem salário, para ampliar a partir desta sexta-feira (13/01) a paralisação nas Escolas Públicas do DF.

A direção do Sindiserviços-DF, sindicato que representa a categoria, destaca que a situação dos trabalhadores é extremamente preocupante, pois muitos já estão endividados com os constantes atrasos nos seus salários e já não têm como pagar suas dividas que estão cheias de juros. Ou mesmo, parte da categoria já não tem o que comer em suas casas.

O Sindiserviços-DF ressalta que já formulou diversas denuncias às autoridades, sem que alguma medida mais enérgica fosse ou seja aplicada no GDF ou nos patrões que desrespeitam a Convenção Coletiva de Trabalho da Categoria e a Consolidação das Leis do Trabalho (CCT).


Os representantes dos trabalhadores explicaram que o sindicato, infelizmente, está esperando o judiciário retornar das férias para formular denuncia trabalhista.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

DATA-BASE 2017 - Sindiserviços/DF

Para o resultado final da Assembleia do dia 31/01/2017, clique: http://ellie-violet.blogspot.com.br/2017/02/resultado-da-assembleia-geral-do-dia.html


Caros,
Resumindo, ainda não temos notícias boas, mas o Sindicato está fazendo a sua parte, conduzindo o processo e rejeitando a proposta, que é ínfima. 
Parte dessa pressão é por nossa conta, dando apoio e participando por meio da Assembleia Geral, após a reunião com o patronal, que esperamos ser em breve.
Ótimo fim de semana a todos.

- - 

DATA-BASE 2017 - Aos trabalhadores terceirizados no DF e que não se fizeram presentes na Assembleia de Data-Base 2017, estamos veiculando o vídeo da Assembleia da Data-Base no mês de novembro do ano passado e que aprovou a proposta de reajuste salarial de 15% e aumento no tíquete alimentação de R$ 27,50 para R$ 40,00.

Foi amplamente divulgado para a categoria via site, Facebook, redes de Whatsapp, telefone e demais meios de comunicação do Sindiserviços-DF, que os patrões somente convocaram na segunda quinzena de dezembro duas mesas de negociações, quando na ultima no final do mês apresentaram a irrisória contraproposta de 4,5% de aumento para os salários e tíquete alimentação.

Também propuseram a ridícula retirada de cláusulas que são conquistas da categoria, tentando impor o falso discurso da crise econômica com a garantia do emprego. Proposta rejeitada pela direção do Sindiserviços-DF, sendo firme na mesa de negociação o que rechaçou negando qualquer acordo que venha prejudicar os trabalhadores ou retirar direitos e conquistas.

Apos insistentes cobranças do Sindiserviços-DF no final do ano e nesta primeira semana de 2017, os patrões finalmente ficaram de confirmar uma nova rodada de negociações para a próxima semana.

Assim que tivermos informações objetivas e concretas quanto às negociações da Data-base 2017, estaremos convocando a categoria para Assembleia Geral, na qual contamos com a presença de todas e todos os trabalhadores terceirizados.

A internet é ótima como meio de divulgação e debate respeitoso, mas somente a presença do trabalhador em todos os momentos da Campanha Salarial 2017 é que garantirá à pressão necessária para assegurarmos conquistas significantes para as nossas vidas e dos nossos familiares. Unidos Somos Fortes ... Sindiserviços-DF

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Casamento - Adélia Prado



CasamentO

Há mulheres que dizem:
Meu marido, se quiser pescar, pesque
mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
de vez em quando os cotovelos se esbarram,
ele fala coisas como 'este foi difícil'
'prateou no ar dando rabanadas'
e faz o gesto com a mão.
O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
atravessa a cozinha como um rio profundo.
Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
Coisas prateadas espocam:
somos noivo e noiva.


Adélia Prado, in 'Terra de Santa Cruz'

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Still I Rise - Maya Angelou, tradução de Walnice Nogueira Galvão


Ainda Me Levanto

Podes inscrever-me na História
Em mentiras amargas e retorcidas.
Podes espezinhar-me no chão sujo
Mas ainda assim, como a poeira, vou-me levantar.

Minha impertinência incomoda?
Por que ficas soturno
Ao me ver andar como se tivesse em casa
Poços de petróleo jorrando?

Como as luas e como os sóis,
Como a constância das marés,
Como a esperança alçando voo,
Assim me levanto.

Querias ver-me alquebrada?
Cabeça pensa e olhos baixos?
Ombros caídos como lágrimas,
Enfraquecida de tanto pranto?

Minha altivez o ofende?
Não leve tão a peito assim:
Eu rio como quem minera ouro
Em seu próprio quintal

Podes fuzilar-me com palavras
Podes lanhar-me com os olhos
Podes matar-me com malevolência
Mas ainda assim, como o ar, eu me levanto

Minha sensualidade perturba?
Por acaso te surpreende
Que eu dance como quem tem diamantes
Ali onde as coxas se encontram?

Do fundo das cabanas da humilhação
Me levanto
Do fundo de um pretérito enraizado na dor
Me levanto
Sou um oceano negro, marulhando e infinito,
Sou maré em preamar

Para além de atrozes noites de terror
Me levanto
Rumo a uma aurora deslumbrante
Me levanto
Trazendo as oferendas de meus ancestrais
Portando o sonho e a esperança do escravo
Ainda me levanto
Me levanto
Me levanto


********
Still I Rise

You may write me down in history
With your bitter, twisted lies,
You may trod me in the very dirt
But still, like dust, I’ll rise.

Does my sassiness upset you?
Why are you beset with gloom?
‘Cause I walk like I’ve got oil wells
Pumping in my living room.

Just like moons and like suns,
With the certainty of tides,
Just like hopes springing high,
Still I’ll rise.

Did you want to see me broken?
Bowed head and lowered eyes?
Shoulders falling down like teardrops,
Weakened by my soulful cries?

Does my haughtiness offend you?
Don’t you take it awful hard
‘Cause I laugh like I’ve got gold mines
Diggin’ in my own backyard.

You may shoot me with your words,
You may cut me with your eyes,
You may kill me with your hatefulness,
But still, like air, I’ll rise.

Does my sexiness upset you?
Does it come as a surprise
That I dance like I’ve got diamonds
At the meeting of my thighs?

Out of the huts of history’s shame
I rise
Up from a past that’s rooted in pain
I rise
I’m a black ocean, leaping and wide,
Welling and swelling I bear in the tide.

Leaving behind nights of terror and fear
I rise
Into a daybreak that’s wondrously clear
I rise
Bringing the gifts that my ancestors gave,
I am the dream and the hope of the slave.
I rise
I rise

I rise.

domingo, 1 de janeiro de 2017

Encerrando Ciclos - Tchau, 2016!


Sabem,
Este texto chegou a mim em 2009, encaminhado por uma amiga, em função de um literal fechamento de ciclo pelo qual passei e que fora bem complicado.  A expressão exata é: foi punk.
Agora já está com a autoria correta e gostaria de compartilhar com vocês.
Desejo a todos um excelente Ano Novo!
Sejam felizes!!





Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos - não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedido do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?

Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu. Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seu marido ou sua esposa, seus amigos, seus filhos, sua irmã, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora. Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração - e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.

Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará.

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.


Sonia Hurtado