terça-feira, 22 de julho de 2014

A quem interessar possa


Bom dia, Mundo!
Mais uma oportunidade de viver. 
Compartilho um comentário que fiz a um post, em algum momento, e nem preciso contextualizar.

"...De fato, muitas coisas poderiam ser diferentes, sem mesuras e melindres; mais objetivas e  isso sem perder o prazer.

Aliás, por esse prazer, confesso não abrir  mão das descobertas próprias,  propositadas  e intempestivas . Afinal, eu não nasci sabendo.
Mas o bom mesmo é que podemos aprender de tudo e passar incólumes pela necessidade da especialização.

Por mim, dane-se o guarda-roupa, o espelho, os PFs chiques e as curvas pregadas pela mídia.

Viva a minha imagem, a minha autoestima, o desejo de ser eu mesma, com (ou sem) os meus medos, defeitos e delírios...

Sim. É o momento do “eu- eu-pra mim”. Deve ser assim ou realmente serei inútil, se não tiver o que oferecer a mim mesma.

Minha frase? “Dependo, mas não tanto e não de todos. Plenamente? Só de Deus.”


sexta-feira, 18 de julho de 2014

Blogue da Priberam: João Ubaldo Ribeiro (1941-2014)



Blogue da Priberam: João Ubaldo Ribeiro (1941-2014): Prestamos homenagem ao escritor brasileiro João Ubaldo Ribeiro (Prémio Camões 2008), falecido hoje no Rio de Janeiro, através dos seguin...

segunda-feira, 7 de julho de 2014

LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014 - Marco Regulatório da Internet



Você sabia que temos uma legislação que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil?

É o chamado "Marco Civil da Internet" e está em vigor desde 23 de junho.

Boa leitura!



quinta-feira, 3 de julho de 2014

Aretha Franklin sings National Anthem at Harvard Commencement 2014

Dizer que gosto do Hino dos Estados Unidos é "chover no molhado" e todo ano, neste período, faço minhas buscas sobre os que cantaram-no, ousaram ou se deram muito mal em sua interpretação.

Coincidentemente, um colega do trabalho me deu a dica, por ter participado do Evento em questão.

Então, eis a Diva Aretha Franklin em uma apresentação pra lá de recente!

Isso não muda o que penso sobre a interpretação de Curly Sue.